Nome : Danyla Bezerra

Professora de Ballet Clássico na Company Dance Center desde 2017

Curriculo Completo
Começou a dançar aos 5 anos na sua cidade natal, Pindamonhangaba. Fez aulas no Balé Júlia Pyles e no Studio Clara Irie, de São José dos Campos, até 2004. Em 2005 iniciou o curso pré-profissional da Escola de Danças Clássicas do Teatro Guaíra, em Curitiba. Cursou: Ballet Clássico, Contemporâneo, Improvisação, Teatro, Análise do Movimento, Anatomia e Teoria da Dança Clássica. Seus principais professores foram Patricia Otto, Carlos Cavalcanti, Lucilene de Almeida e Debora Tadra. No final de 2006 começou um estágio com o Balé Teatro Guaíra, sob direção de Carla Reinecke. E nesse período dançou "O Segundo Sopro" de Roseli Rodrigues e "O Quebra Nozes" remontado por Carla Reinecke. Decidiu continuar seus estudos e em 2007 participou do Summer Intensive do American Ballet Theater, em NY. De lá, conseguiu uma vaga para estudar na Miami City Ballet School, em Miami. Onde passou dois anos concluindo seu treinamento. Teve a oportunidade de se apresentar com "Valse Fantasy" de Balanchine e foi solista em "Raymonda" de Balanchine e "Napoli, Tarantella" de Bournonville. Seus principais professores foram Alexandra Koltun, Alex Lapshin, Geta Constantinescu e Carter Alexander. Em 2009 recebeu uma bolsa para o Trainee Program do Boston Ballet, direção artística de Mikko Nissinen, onde passou um ano dançando entre a escola e a companhia. Com a escola, participou da premiere de "One Concerto" de Jorma Elo e foi solista em "Scherzo a La Russe" de Balanchine. Já com a companhia, dançou "Coppelia" e "Four Temperaments" de Balanchine, como Melancholic Ladies e a versão de Mikko Nissinen de "O Quebra Nozes". Em 2010, com o Boston Ballet II, dançou Spanish Dance de "O Quebra Nozes" e "From Zero 2 Five in 43" de Jeffrey Cirio. Teve comoprofessores Kathleen Mitchell, Russel Kaiser, Anthony Randazzo e Margaret Tracey. Também em 2010 recebeu uma bolsa para o Professional Dance Program no Banff Summer Arts Festival, Calgary - Canadá. Onde se apresentou como solista em "Who Cares" de Balanchine e em "Indigo Rose" de Jiri Kylian. Ainda em 2010, recebeu um contrato para o corpo de baile do National Ballet Of Canada, Toronto. Onde ficou por dois anos dançando obras de Christopher Wheeldon, James Kudelka, Alexei Ratmansky, Nureyev, John Neumeier, Kenneth MacMillan, entre outros. Participou da premiere de "Romeo and Juliet" de Alexei Ratmansky e da famosa montagem de "Alice no País Das Maravilhas" de Christopher Wheeldon. Voltou para o Brasil, e em 2013 ingressou na São Paulo Companhia de Dança. Dançou balés de William Forsythe, Nacho Duato, Mauricio Wainrot, Jomar Mesquita e remontagens de Mario Galizzi e Giovanni di Palma.